Queda de cabelos 

Atenção: A agenda do ambulatório de cabelo para novos pacientes está fechada, sem vagas. Logo, no momento, não é possível agendar novas consultas relativas à queda de cabelo para novos pacientes.

Há vagas disponíveis apenas para realização do procedimento chamado MMP.

Confira entrevista com a dermatologista Pauline Lyrio sobre queda de cabelos no programa Fala Manhã, da TV Vitória (Rede Record):

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A perda de cabelos é uma das queixas mais comuns nos consultórios de dermatologia, sendo muitas vezes motivo de muita angustia e baixa autoestima.

A Dra. Pauline Lyrio explica que, antes de se preocupar, é importante saber diferenciar uma queda natural de uma queda anormal.

Por exemplo, uma queda de até 100 fios de cabelo por dia é considerada normal. Mas a dermatologista ressalta que não é necessário sair contabilizando os fios que caem, basta passar a observar o padrão dessa queda.

Encontrar mais cabelos no chuveiro ou durante o ato de pentear, por exemplo, é comum, pois, nessas situações, há uma maior manipulação dos fios, facilitando a queda daqueles fios que já se encontravam para cair (ou seja, que estavam na fase telógena no ciclo do cabelo).

Por outro lado, encontrar muitos fios no travesseiro, no chão da casa ou do carro pode ser considerado além do esperado e até mesmo sinalizar algum problema.

Outra forma de detectar uma queda irregular de cabelos é acompanhar sua evolução. Por exemplo, uma queda muito abrupta, que se acentue num curto período de tempo, ou então uma queda muito prolongada, maior que 3 meses, geralmente estão fora do normal.

É importante salientar que o tratamento não é uma fórmula de bolo, ou seja, nem sempre o que funcionou para uma pessoa funcionará para outra. Isso porque existem inúmeros tipos de quedas de cabelo (alopecia androgenética, eflúvio telógeno, alopecia areata, etc) e para cada uma delas existem causas que devem ser tratadas especificamente.

Dessa forma, enfatiza-se a importância de não iniciar tratamentos por conta própria, sem a orientação de um profissional qualificado. O dermatologista, após uma avaliação clínica do couro cabeludo, com auxilio de exames laboratoriais, poderá identificar o tratamento mais adequado.

Dermatologista Pauline Lyrio.

Bate-papo sobre queda de cabelo com a dermatologista Pauline Lyrio no Gazeta Online:

 

 

 

 

 

Tratamento para queda de cabelo: MMP - Microinfusão de Medicamentos na Pele

A Microinfusão de Medicamentos na Pele, popularmente conhecida como MMP, consiste em um tratamento para  queda de cabelo. Atualmente, devido ao sucesso do procedimento e à sua eficiência no crescimento capilar,  sua procura tem se acentuado nos consultórios dermatológicos.

O procedimento é realizado com a ajuda de um equipamento que introduz micro agulhas carregadas de medicamentos no couro cabeludo, fazendo com que tais substâncias sejam infundidas com precisão dentro da pele e atuem diretamente nos folículos, proporcionando uma ação potencializada diretamente nas células responsáveis pelo crescimento do fio, além de induzir formação de fatores de crescimento que vão atuar no estímulo capilar.

Antes de realizar o procedimento, claro, o médico dermatologista realiza uma investigação sobre a causa da queda de cabelo e, se for o caso, poderá utilizar o MMP. Atualmente, estudos indicam resultados significativos quando se trata, por exemplo, de alopecias (androgenética e areata), eflúvio telógeno, dentre outros.

Após a avaliação realizada pelo médico, as medicações a serem injetadas no couro cabeludo serão personalizadas de acordo com o diagnóstico apresentado, de modo a proporcionar maior eficácia ao tratamento.

Algumas dúvidas sobre o tratamento:

  • O tratamento é recomendado tanto para homens como para mulheres. 

  • O procedimento é simples e realizado no próprio consultório médico.

  • Para um maior conforto do paciente, há aplicação de anestesia local.

  • A aplicação é feita no couro cabeludo e os intervalos entre as sessões, que geralmente são mensais, irão depender do estágio de evolução da queda capilar, assim como o número de sessões.

  • É uma técnica segura e possui recuperação rápida, com resultados surpreendentes no crescimento capilar.

Marque sua consulta com a Dra. Pauline Lyrio e faça uma avaliação.

Abaixo, temos uma entrevista da Dra. Pauline Lyrio concedida ao Jornal A Tribuna sobre crescimento de cabelos, dicas, mitos e verdades:

 ​

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Há tratamentos que podem contribuir para acelerar o crescimento dos cabelos. Se sim, quais?

 

Existem diversos tratamentos que podem não só auxiliar no crescimento dos cabelos como fortalecer os fios e reduzir a queda. Dentre eles destaca-se o uso de substâncias como silício orgânico, fatores de crescimento, pepitídeos, biotina, d-pantenol, minoxidil, alfaestradiol, latanoprosta dentre outros. Além do uso desses ativos em casa, podemos aliar ao tratamento alguns procedimentos dermatológicos, como as técnicas de Microinfusão de Medicamentos na Pele (MMP), Microagulhamento ou Indução Percutânea de Colágeno com Agulhas (IPCA) e Intradermoterapia, mais conhecida como Mesoterapia capilar.

Quais costumam ser mais eficazes?

 

O tratamento mais eficaz será aquele que atender às necessidades de cada pessoa, as quais serão identificadas pelo médico dermatologista. Quando falamos de cabelos, a melhor opção é combinar opções terapêuticas, ou seja, fazer associações de tratamentos tópico e/ou oral e/ou procedimentos no consultório dermatológico, visando aprimorar os resultados desejados.

 

 

Qual a média de velocidade de crescimento dos cabelos? Varia de pessoa para pessoa? Quais fatores influenciam no crescimento?

 

Estima-se que o couro cabeludo tenha aproximadamente 100.000 fios de cabelos, podendo variar conforme o tipo de cabelo (caucasiano, afroamericano, asiático), e que seu crescimento gire em torno de 1cm/mês. Vários fatores podem influenciar no seu crescimento bem como fatores hormonais, nutricionais, genéticos e emocionais, além do envelhecimento. 

 

 

Cortar as pontas ajuda a acelerar o crescimento. Mito ou verdade? Por quê?

 

Totalmente mito. Apesar de amplamente divulgada, essa prática não possui fundamento. O que pode ser afirmado é que o corte elimina áreas ressecadas ou danificadas e pontinhas duplas, conferindo assim uma aparência de cabelo mais saudável!

 

 

Cortar o cabelo em dia de lua cheia ajuda no crescimento mais rápido. Mito ou verdade?

 

Não há comprovação científica com relação a esta teoria. Nada que altere a haste do fio irá interferir no seu crescimento. Entretanto, é uma prática bem difundida a qual não traz malefícios. Não vejo por que não tentar.

 

 

Algumas blogueiras de beleza ensinam truques como massagear o couro cabeludo com óleos naturais e, depois, ficar alguns minutos com a cabeça para baixo, com indicação de repetir o procedimento uma vez por semana. Isso pode funcionar? Se sim ou se não, por quê?

 

Temos que ter muita cautela ao absorver as dicas que encontramos em redes sociais pois nem todas são embasadas na experiência médica e, em alguns casos, ao invés de ajudar, podem ser até prejudiciais não só à beleza como à saúde. Portanto, o ideal é que, antes de adotar esse tipo de prática, se procure um dermatologista para avaliar qual o tipo de cabelo da pessoa e qual a queixa que ela deseja tratar. O uso indiscriminado até mesmo de produtos naturais pode levar a doenças no couro cabeludo.

 

 

Hidratações são bons aliados para auxiliar o crescimento?

 

As hidratações são grandes aliadas na melhora da qualidade dos fios, garantindo um toque mais macio e deixando-os mais sedosos, entretanto, não interferem na velocidade do crescimento.

 

 

Xampus podem ajudar? Há no mercado produtos de vitaminas que prometem acelerar o processo.

 

Os xampus são basicamente agentes de limpeza destinados à remoção de resíduos de poluição, suor, oleosidade, entre outras substâncias adquiridas ao longo do dia no couro cabeludo e nos fios. Alguns podem até conter agentes contra queda capilar, contra oleosidade e componentes que proporcionam ais brilho e maciez dos cabelos.

 

A utilização tópica de nutrientes e vitaminas anunciadas nos xampus, porém, não altera a estrutura dos fios e nem sua velocidade de crescimento.

 

 

Sabemos que a alimentação influencia na beleza dos fios. Ela também pode auxiliar no crescimento? Com quais alimentos?

 

Os cabelos, assim como a pele, são afetados pela alimentação. Dessa forma, uma nutrição adequada é fundamental para a formação dos cabelos. O principal componente dos cabelos é uma proteína (queratina), logo, uma alimentação pobre em proteínas pode afetar não somente no crescimento como na qualidade do fio que será formado. Além disso, a falta de alguns nutrientes como ferro, zinco, selênio e vitaminas também pode interferir em seu crescimento. Sendo assim, recomenda-se uma dieta rica em fontes de proteínas, como carnes magras, ovos, verduras, grãos integrais e leguminosas (soja, quinoa e feijão).

 

 

É válido lembrar que cada pessoa deve receber um tratamento individualizado, de acordo com suas queixas e necessidades. Portanto, é fundamental que se procure um dermatologista para que este identifique a melhor opção terapêutica.

 

Dessa forma, enfatiza-se a importância de não iniciar tratamentos por conta própria, sem a orientação de um profissional qualificado. O dermatologista, após uma avaliação clínica do couro cabeludo, com auxilio de exames laboratoriais, poderá identificar o tratamento mais adequado para o seu cabelo.
 

QUEDA DE CABELO - CALVÍCIE

A queda excessiva dos cabelos tem impacto significativo na aparência, e pode ser fonte de preocupação para homens e mulheres. A alopecia androgenética, também conhecida como calvície, é um problema que pode levar à perda total ou parcial dos cabelos. Embora seja mais comum entre o sexo masculino – estima-se que 80% dos homens com mais de 80 anos sofram do problema – a alopecia androgenética também pode afetar as mulheres. Nos homens, a queda de cabelo tende a se concentrar no topo do couro cabeludo. Nas mulheres, a queda de cabelo é mais difusa.

 

A alopecia androgenética (calvície, queda de cabelos) é desencadeada por inúmeros fatores de ordem genética e hormonal. A alopecia androgenética (calvície ou queda de cabelos) também está associada ao excesso de hormônios andrógenos (masculinos), e por isso pode ser um problema para as mulheres, que sofrem diversas alterações hormonais ao longo da vida. Embora seja um quadro de origem genética e hereditário, a existência de um ou mais casos na família não significa que, necessariamente, a calvície se manifestará.

 

A boa notícia para quem sofre com a queda de cabelocalvície, é que há inúmeras opções de tratamento. A mesoterapia é um deles. Para saber a mais adequada, é necessário consultar um dermatologista, que fará uma investigação das características e das prováveis causas do problema. Dentre as opções terapêuticas estão os medicamentos tópicos, como soluções de minoxidil e 17 alfa estradiol e orais, como a finasterida e antiandrógenos sistêmicos, como a ciproterona e espironolactona. No caso de alopecia androgenética feminina, dá-se preferência à terapêutica tópica. Existem também lasers que podem ser utilizados para estimular o crescimento dos fios. Nos casos mais acentuados, o transplante de cabelo pode ser uma opção.

Fonte: SBD

Mesoterapia capilar:

Trata-se a mesoterapia de microinjeções realizadas por um médico dermatologista no couro cabeludo visando reativar as estruturas do sistema capilar que, por algum motivo, tenham tido o seu funcionamento prejudicado. Na mesoterapia capilar, são utilizadas fórmulas homeopáticas, vitaminas, aminoácidos, coenzimas, antiandrógenos ou outros princípios ativos que estimulam o crescimento e resistência dos fios.  Como consequência, aumenta-se o volume dos cabelos

Atenção:

Não se automedique para tratar a perda de cabelo, pois pode colocar sua saúde e sua beleza em risco. Para saber o tratamento mais indicado, procure um dermatologista, o médico especialista em pele, cabelos e unhas. Vitória, ES.

Responsável Técnica: Dra. Pauline Lyrio ​- CRM 10809

  • Facebook - Pauline Lyrio
  • Instagram - Pauline Lyrio
  • YouTube - Dra. Pauline Lyrio

Av. Nossa Sra. da Penha, 570, sala 409, Praia do Canto   Vitória - ES, CEP 29055-940

Centro da Praia Shopping

 

(027) 3029-2222  

 

(027) 99707-0222