Melasma

O QUE É?

Melasma é uma condição que se caracteriza pelo surgimento de manchas escuras na pele, mais comumente na face, mas também pode ocorrer nos braços e colo. Afeta mais frequentemente as mulheres, podendo ser vista também nos homens. Não há uma causa definida, mas muitas vezes esta condição está relacionada ao uso de anticoncepcionais femininos, à gravidez e principalmente à exposição solar. O fator desencadeante é a exposição  à luz Ultravioleta  e mesmo à luz visível. Além dos fatores hormonais e da exposição aos raios solares, a predisposição genética e histórico familiar também influencia no surgimento do melasma.

SINTOMAS

Começam a aparecer manchas escuras ou acastanhadas na face, principalmente nas maçãs do rosto, testa, nariz, lábio superior (o chamado “buço) e nas têmporas, lateral dos braços e colo. As manchas têm formatos irregulares e bem definidos, sendo geralmente simétricas (iguais nos dois lados). Muitas vezes as pessoas relacionam o surgimento da mancha ao uso de algum creme, um procedimento de depilação com cera, acidentes domésticos com calor ou forno, mas todas essas possibilidades são apenas “mitos”, não comprovados cientificamente.

 

 

TRATAMENTO

O dermatologista é o profissional mais indicado para diagnosticar e tratar o melasma. Os tratamentos de melasma variam, mas sempre compreendem hábitos de proteção contra os raios ultravioleta, a luz visível e o uso de medicamentos tópicos e procedimentos para o clareamento. É importante salientar entretanto que o tratamento do melasma sempre prevê um conjunto de medidas para clarear, estabilizar e impedir que o pigmento volte.

Fotoproteção:

O ponto de partida para que o tratamento tenha efeito é a proteção contra os raios solares. Aplicar um filtro solar potente físico e químico, com FPS mínimo de 30 nas regiões expostas do corpo é a medida essencial. Em especial procure filtros que tenham proteções contra os raios ultravioleta A (UVA) e ultravioleta B (UVB). O conceito atual do tratamento de melasma considera que o uso de filtros ajuda a estabilizar os benefícios obtidos com o conjunto de medidas descritas aqui.

 

Cremes:

Para ajudar na remoção destas manchas (melasma), cremes clareadores podem ser utilizados. Os mais usados são a base de hidroquinona, ácido glicólico e ácido azeláico. Os resultados demoram cerca de dois meses para começar a aparecer. Não é um método que funciona com todos os pacientes. Mesmo com resultados rápidos, o tempo necessário para estabilizar a condição e impedir que mínimas exposições façam retornar o pigmento pode ser de muitos meses ou anos.

 

Peelings:

O peeling pode clarear a pele de forma gradual e até mais rapidamente do que os cremes. Existem diversos tipos de procedimentos: alguns mais superficiais (mais seguro) e outro mais profundos da pele. O dermatologista pode auxiliar na escolha do procedimento mais adequado para cada caso.

Laser e Luz Intensa Pulsada:

Há algumas formas de energia luminosa que podem ajudar no conjunto de medidas para clarear o melasma. Esta modalidade de tratamento deve ser realizada com cuidado para não gerar mais pigmentação, motivo pelo qual deve ser realizado por um profissional habituado às fontes de energia luminosa.

Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia - SDB.

MICROAGULHAMENTO (DERMAROLLER ®):

Trata-se de um procedimento inovador para o estímulo de colágeno que vem apresentando excelentes resultados no tratamento de melasma. Para saber mais sobre esse o microagulhamento, clique AQUI.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Microagulhamento no tratamento de melasma:

O Microagulhamento é excelente para tratamento de melasma, que é aquela condição dermatológica que se caracteriza pelo surgimento de manchas escuras na pele.

Mesmo não tendo cura definitiva, há tratamentos que amenizam bastante as manchas decorrentes do melasma.
Um procedimento que está tendo grande destaque é o Microagulhamento. 

Essa técnica consiste em fazer micro furos na pele através de um rolinho cheio de micro agulhas. 
Além de estimular a produção de colágeno, o microagulhamento está se mostrando muito eficiente no clareamento dessas tão temidas manchas. 

O Microagulhamento pode ser combinado com ativos clareadores, pois, através das perfurações, o medicamento consegue chegar às partes mais profundas da pele, garantido melhores resultados.

Utiliza-se anestésico tópico antes da sessão, o que garante maior conforto ao paciente na hora do procedimento.
Os resultados são visíveis após 20 dias e há uma melhora significativa nas manchas e na flacidez da pele.

Para saber mais sobre o microagulhamento, clique AQUI.

Dicas para prevenir o melasma:

A dica mais valiosa e eficaz é evitar a exposição solar e sempre usar um bom protetor solar, não só no rosto como nas demais áreas expostas do corpo. O uso de protetor solar diariamente é fundamental para todos os tipos de pele, especialmente naquelas que tem tendência a adquirir o melasma ou que já possuem essa condição.

A reaplicação do filtro deve ser feita várias vezes ao dia a fim de garantir uma proteção adequada ao longo do dia e, dessa forma, evitar o estímulo para produção de pigmento na pele.

Além da fotoproteção, seu dermatologista pode prescrever medicamentos tópicos e orais com propriedades antioxidantes que ajudarão a combater os radicais livres causados pela radiação solar, reduzindo, assim, a intensidade dos danos causados pelo sol na pele.

Faça uma visita ao seu dermato e confira outras dicas!

Para saber o tratamento mais indicado, procure um dermatologista, o médico especialista em pele, cabelos e unhas. Pauline LyrioDermatologista em Vitória ES.

Veja mais sobre melasma em nosso blog:

https://www.paulinelyrio.com.br/post/melasma-1

https://www.paulinelyrio.com.br/post/dicas-para-prevenir-o-melasma

Responsável Técnica: Dra. Pauline Lyrio ​- CRM 10809

  • Facebook - Pauline Lyrio
  • Instagram - Pauline Lyrio
  • YouTube - Dra. Pauline Lyrio

Av. Nossa Sra. da Penha, 570, sala 409, Praia do Canto   Vitória - ES, CEP 29055-940

Centro da Praia Shopping

 

(027) 3029-2222  

 

(027) 99707-0222