Reportagem no jornal A Gazeta sobre lábios ressecados


Com o inverno se aproximando, a gente já tem que começar a se preocupar com os efeitos do clima mais seco e das baixas temperaturas dessa estação na nossa pele. Atenção especial devemos dar aos nossos lábios, que muitas vezes são esquecidos na nossa rotina de skincare.


Ontem, Dra. Pauline foi convidada pelo Jornal A Gazeta para contribuir com recomendações de hábitos que devem ser abandonados e dicas para manter os lábios bem hidratados.


Também foi comentado a respeito da hidratação profunda com Skinbooster para quem quer dar um up nos lábios e conferir um efeito gloss na boca!


1 - Por que com a mudança de temperatura os lábios ficam ressecados?


Os lábios além de apresentarem uma pele mais fina e delicada não possuem glândulas sebáceas. Dessa forma, os lábios estão mais sujeitos à desidratação e ao ressecamento quando há variações bruscas de temperatura, especialmente nos climas mais frios e secos, pela baixa umidade do ar.


2 - O ideal nesta época de clima seco é ter uma rotina de hidratação dos lábios?


Com as temperaturas mais baixas e o clima mais seco, o ressecamento labial é maior. Sendo assim, o ideal é intensificar ainda mais os cuidados com os lábios, muitas vezes esquecidos nos cuidados diários. Convém aumentar a hidratação dessa região, reaplicando com maior frequencia, pelo menos 2-3x/dia, produtos específicos para esse fim, à base de ceramidas, d-pantenol, vitamina E, manteigas, ceras vegetais etc.



3 - Os lábios precisam de proteção do mesmo modo que o corpo?


Os lábios, assim como outras áreas do corpo, estão suscetíveis à ação da exposição solar e à desidratação ocasionada pelas variações climáticas. Então, também merecem toda a nossa atenção.


4 - Quem trabalha em ambientes com ar-condicionado deve prestar ainda mais atenção?


No ar condicionado, com as baixas temperaturas e a tendência de o ar ficar mais seco, há uma maior chance de desencadear o ressecamento labial ou agravá-lo. Então, vale a pena ser mais rigoroso com a aplicação dos hidratantes labiais. Uma outra saída, quando a permanência nesses ambientes climatizados forem prolongadas, é lançar mão de artifícios como umidificadores de ambiente.


5 - Os lábios ressecados por alterações climáticas melhoram com uso de hidratantes labiais?


Sim, com a hidratação, além de conferir lubrificação para os lábios ressecados, conseguimos reparar a barreira cutânea dessa região, minimizando a ação das mudanças bruscas de temperaturas, como frio intenso ou calor excessivo.


6 - Coisas simples feitas no dia a dia podem piorar o ressecamento?


Além do esquecimento de hidratar essa região, hábitos como passar a língua com saliva nos lábios, intuitivamente com intenção de “hidratar”, é extremamente prejudicial, pois além de não conferir hidratação pode agravar o ressecamento. Isso porque a saliva tem um pH mais ácido que o da pele da área externa da boca e, assim, atua como agressor e não como aliado.

Outro erro comum é morder a próprios boca ou arrancar aquelas “pelinhas” que se desprendem dos lábios quando estão muito ressecados.


7 - Se eles já estiverem com fissuras ou descamando, é recomendado remover a pele que solta do lábio?


Não é recomendado arrancar as peles que se soltam dos lábios porque isso pode ocasionar fissuras e exulcerações, retardando o processo de cicatrização e deixando a pele mais suscetível à ação de agentes externos, como infecções.

Vale lembrar que, nessas situações, também não é recomendado realizar esfoliações com produtos que possuem grânulos agressivos.


8 - Quais outros cuidados é preciso ter?


Nunca se esquecer de manter uma ingestão de água adequada durante o dia, pois hidratação também ocorre de dentro para fora.


Não deixe de procurar seu dermatologista de confiança para que ele possa avaliar as características especificas do seu ressecamento labial, orientar no tratamento domiciliar e indicar o dermocosmético mais apropriado para seu caso.


Agora, se mesmo fazendo um ritual bem feito de hidratação labial ainda sentir o aspecto dos lábios ressecados e apresentar aqueles “craqueladinhos” na boca, o dermatologista também pode indicar procedimentos especiais l, como a hidratação injetável com Skinbooster, que, apesar de ser à base de ácido hialurônico, não visa efeito de preenchimento e volumização labial, mas sim conferir um efeito “gloss”, com maior hidratação e estímulo de colágeno.


Confira a reportagem completa em: https://www.agazeta.com.br/hz//moda-e-beleza/xo-labios-ressecados-11-produtos-para-resolver-o-problema-0522

Pauline Lyrio Dermatologia - Vitória - ES

Tel.: (027) 3029-2222

WhatsApp: (027) 99707-0222

https://www.paulinelyrio.com.br